Gran Canaria
GranCanaria.com El Tiempo Hoy Home

A Ilha

 

Descobre Telde

O município de Telde destaca-se pelos seus numerosos vestígios arqueológicos devido ao facto que esta zona foi, na época pré-hispânica, um dos dois reinos em que se dividia a ilha de Gran Canaria. É por este motivo que o visitante pode aproximar-se e apreciar alguma das jazigas arqueológicas mais destacadas, como Baladero, Tufia, Cuatro Puertas, Tara e Cendro.

As jazigas de Cendro, Tara e o Baladero são formadas por conjuntos de covas de habitação, realizadas umas vezes de forma artificial, e outras, aproveitando covas de origem vulcânica. A jaziga de Baladero encontra-se mesmo ao pé do conjunto histórico artístico de São Francisco, e foi um dos lugares mágico-religiosos mais importantes da cultura aborígene. Por último, Tufia é a jaziga com as mais notáveis proporções, tanto pelas suas covas como pelo complexo de casas de pedra tosca.

A Montanha das Quatro Portas é um conjunto de covas que foram habitadas pelos aborígenes. Segundo os historiadores teriam servido de alojamento e lugar de trabalho dos embalsamadores.

Se desejar visitar o casco histórico do município de Telde, é imprescindível uma excursão pelo Bairro de São João, que constituiu o núcleo fundacional da cidade. À volta da primitiva Igreja de São João Batista e da Praça Mayor situam-se os principais edifícios civis e religiosos, pelo que é o centro administrativo do município.

A Igreja de São João destaca-se pela sua Capela Maior, uma obra composta por dois retábulos, um gótico-flamenco e outro barroco do século XVIII que enquadra o anterior. Nela se encontra o Cristo crucificado, importado da América e realizado segundo uma técnica índia, com pasta de milho.

O passeio pela cidade de Telde também se torna imprescindível pelo Bairro de São Francisco,  formado por ruas estreitas e sinuosas que se erguem para a colina de Santa Maria. O bairro de São Francisco caracteriza-se por casas baixas com telhados de duas águas e de paredes largas caiadas que se comunicam entre si através de ruas que se encontram empedradas de maneira particular. Neste bairro é possível visitar o Templo de São Francisco, no qual se destacam os retábulos pétreos de Santa Rita de Casia, de Santo Domingo de Guzmán e de Santa Lucía.

A visita histórica acaba no Bairro de São Gregório, ponto de assentamento dos comerciantes e artesãos. A Igreja de São Gregório destaca-se pelos seus retábulos neoclássicos e pela talha da Virgem das Dores.

As praias

Telde também chega ao mar, entre escarpados e bonitas praias de lava triturada. Da mesma forma, é possível visitar bonitas baías, como Gando, que é provavelmente o primeiro porto natural da ilha.

Também, em Telde estendem-se praias que inclusive guardam mistério e beleza, como São Borondón, fazendo recordar a lenda do frade irlandês, ou a bonita praia de Ojos de Garza, casa-lar da maioria da avifauna que frequenta estas costas.

Destacam também nestes quase dez quilómetros de litoral municipal, as praias da Garita, Melenara, de tradição marítima e com uma extensão de 600 metros lineais de areias finas, premiada durante vários anos consecutivos com a Bandeira Azul, outorgada pela Fundação Ambiental na Europa, devido à série de serviços que oferece, além das de Salinetas e Tufia, que surgem como uma prolongação urbanística do antigo assentamento aborígene no local./P>

Todas estas praias são muito frequentadas pelos banhistas, pelas suas condições climatéricas e pela variedade de serviços que oferecem: restaurantes, serviços médicos, etc. Telde conta com passeios marítimos cuidados através dos quais se pode usufruir, a andar, vários quilómetros de costa.

De compras

Telde caracteriza-se por ser um município eminentemente comercial. Numerosos estabelecimentos e centros comerciais estendem-se pelos principais bairros desta localidade, principalmente no Bairro de São Gregório. Se desejar adquirir móveis, Telde é o município a escolher.

Mas se o visitante prefere comprar elementos de artesanato que se elaborem no município, deve saber que em Telde são característicos os objectos de cestaria, a fabricação da popular faca canária, a tecelagem e as tinturas naturais, a olaria e os trabalhos sobre ferro e metal.

O turista pode visitar algumas das oficinas artesanais que se encontram nos bairros mais antigos do município, onde é possível ver in loco o trabalho e adquirir algum produto.

Telde também abre todos os sábados no casco urbano um mercado e todos os domingos no casco do Bairro de Jinámar, no qual é possível comprar produtos da terra e objectos artesanais.

Gastronomia

O município de Telde dispõe de várias praias e zonas costeiras que garantem ao visitante um agradável lugar para saborear os pratos típicos da cozinha canária, principalmente aqueles  onde o peixe e o marisco são os principais ingredientes. Parrilhadas de salmonetes, cherne e samas combinam-se com o polvo frito, mexilhões e lapas ou longorones fritos.

O popular sancocho, prato típico de peixe cozido, a ‘pella’ de gofio e as batatas enrugadas com molho são outras das alternativas.

No interior do município, o visitante também pode degustar uma cozinha variada e rica, destacando os tradicionais ensopados, adubados com carne de porco, a sopa de peixe, o assado de cordeiro e cabrito e também os derivados da caça, principalmente o coelho em salmorejo.

A doçaria local assenta em sobremesas muito doces, como o bienmesabe (sobremesa de amêndoas trituradas), ou ovos mole.

Mas um dos doces mais tradicionais do município são as deliciosas tortitas de carnaval.

Patronato de Turismo de Gran Canaria. Todos los derechos reservados.
Marco Legal