Gran Canaria
GranCanaria.com El Tiempo Hoy Home

A Ilha

 

Descobre Santa Lucía

Santa Lucía merece uma visita histórica. Assim, destaca nesta visita um passeio a celebre Fortaleza de Ansite, um edifício vulcânico no qual se localizam numerosas grutas aborígenes de quartos e enterramentos, onde se haja uma grande quantidade de material arqueológico. De igual forma, nesta fortaleza, é possível descobrir os enterramentos em grutas naturais, associados normalmente aos povoados de quartos.

Os enterramentos tumular uma pequena presencia no concelho e só se há comprovado sua existência na zona de Pozo Izquierdo, na praia do mesmo nome.

Santa Lúcia construiu sua primeira capela em honra a Santa Lúcia na segunda metade do século XVI. Em 1761, devido a que seu estado de conservação não era adequado, os vizinhos decidem sua destruição e construírem outra capela no mesmo, Lugarejo, embora esteja em diferente assoalhada. A segunda capela foi abençoada em 1761, embora não perduro durante muito tempo devido a seu mau estado. Finalmente foi demolida e, em 1788, a imagem de Santa Lúcia foi transladada a capela-mor duma nova capela esta terceira capela correu com a mesma sorte que as duas anteriores. Já, em 1905, se construiu a Igreja de Santa Lúcia, que se situa na mesma praça do povoado, numa lomba, e substituiu a terceira capela. Na actualidade é uma das visitas recomendadas do concelho.

O Museu Castillo de la Fortaleza, localizado no centro de Santa Lúcia, é outra das recomendações para o visitante, pois é de alto interesse histórico-cultural. Este museu é basicamente arqueológico, já que se expõem restos que se hão encontrado nos jazigos arqueológicos da zona. Além do mais, é possível admirar elementos etnográficos, botânicos e zoológica. Nos arredores deste museu se estende um jardim no qual poderemos admirar a existência da flora autóctone e arvores furtais de diferentes latitudes.

Se prefere realizar excursões por o ambiente natural do concelho, é imprescindível visitar a Caldeira de Tirajana, localizada na zona centro de Gran Canaria com orientação sul este. É uma amplia caldeira onde se localiza as povoações de Santa Lucía e San Bartolomé de Tirajana. Este lugar é considerado um espaço de grande singularidade paisagística já que combina o abrupto releve do território, o conjunto arquitectónico a riqueza vegetal e a paisagem agrícola.

O Barranco de Tirajana nasce na Caldeira de Tirajana e desembocar no mar pelas planícies de Juan Grande. Este barranco possui uma extensão de 76 quilómetros quadrados e nele os visitantes podem admirar diferentes aspectos arqueológicos, botânicos e geológicos. Se há construído na sua bacia uma represa denominada Presa de la Sorrueda. Neste ambiente se encontram os mais belos e extensas palmeiras da ilha, especialmente atractivo no Palmeiral de la Sorrueda localizada nas imediações da represa.

As praias

O concelho de Santa Lúcia linda com o mar. Na sua costa dispõe duma praia que esta considerado como uma das principais para a pratica de windsurfing.

Trata-se da Praia de Pozo Izquierdo, caracterizada por ser uma zona frequentemente açoitada pelos ventos. Há sido escolhida como um dos pontos principais de celebração do Campeonato Mundial de Windsurf. De facto, nesta praia se situa o Centro Internacional de Windsurf, acondicionado com as instalações necessárias para a prática deste desporto náutico, piscina e lojas especializadas nesta actividade desportiva.

Aqui também se encontra situado o Instituto Tecnológico de Canárias que estuda as energias renováveis, e La Desaladora, que fornece água potável as aldeias e cidades com demanda superiores aos 200 m3/dia saindo água do mar.

De compras

Santa Lucía é um concelho com grande actividade comercial, favorecido por o crescimento de sua população. Assim, a zona de Vecindario, cruzada pela extensa Avenida de Canárias, é um dos referentes comerciais mais importantes da ilha. Nele se localiza grandes centros comerciais (C.C. Atlántico, C.C. La Ciel, C.C. Avenida de Canaria), que dispõem dum fácil aceso através da Auto-estrada do sul. Lojas de moda têxtil, grandes espaços de lazer (restaurantes, cinemas, esplanadas…), hipermercados, etc. se encontram situados no núcleo de Vecindario.

Mas se o visitante deseja conhecer os produtos típicos da terra e o artesanato do concelho é imprescindível que se aproxime até a feira de todas as quartas-feiras tem lugar em Vecindario e os domingos, no centro de Santa Lucía.

No concelho também é possível visitar o Centro de Artesanato, que se encontra situado em Vecindario, no Parque de La Era. Neste centro é possível visitar o atelier de produção de elementos e objectos de olaria e cestaria.

A olaria tradicional em Santa Lúcia se caracteriza pela hereditariedade da técnica dos aborígenes, com o uso exclusive das mãos durante o modelado das vasilhas. As matérias-primas utilizadas são de barro, areia do barranco, argila vermelha e a lenha para atear o fogo. Para a elaboração das cestas se utiliza fibra vegetal: cana, pírgano, palma, junco e anea entre outras.

O Centro do Artesanato dispõe duma loja e uma sala de exposições que se encontram abertas todos os dias da semana.

Gastronomia

A variada e típica gastronomia canaria a poderemos saborear nos diferentes estabelecimentos que compõem a oferta de restauração do concelho. Tanto no centro de Santa Lúcia como o centro urbano de Vecindario.

Entre os pratos típicos mais destacados devemos nomear as Papas arrugadas (batata arrogadas), potaje canário, sancocho, coelho em adobe ou as azeitonas do país que são algumas das possibilidades que oferecem os restaurantes do interior.

Na gastronomia típica de Santa Lúcia destaca a Azeitona da zona, a mistura de Ventura ou os vinhos de Ansite.

Junto ao mar, em Pozo Izquierdo, o visitante também pode saborear os peixes frescos da zona.

Mas umas das principais características gastronómicas de Santa Lúcia são a possibilidade de saborear o bom vinho branco ou tinto que se elaboram nas suas caves.

Patronato de Turismo de Gran Canaria. Todos los derechos reservados.
Marco Legal