Gran Canaria
Sítio Web Oficial do Turismo de Gran Canaria
Silueta Gran Canaria Site Map
Gran Canaria
A Ilha

Festas e Informaçao

Festas e celebrações

Las Palmas de Gran Canaria presume ter uma oferta cultural e de lazer que abarca as quatro estações. Recebe o ano com uma actividade frenética que começa com o Festival de Música de Canárias, organizado pelo Governo das Canárias, com uma excelente programação de música clássica e que tem como sede principal o Auditório Alfredo Kraus.

A celebração do Carnaval no mês de Fevereiro. A cidade, acostumada a receber turistas durante todos os meses do ano, veste-se de cor e ritmo e os visitantes podem usufruir do ambiente transgressor das festas de Carnaval ao ar livre, com uma temperatura invejável para qualquer outra cidade europeia. As galas de eleição da rainha do Carnaval e do Drag Queen  e os concursos de grupos e bandas de música são alguns dos actos com maior interesse, enquanto que a cavalgada  e as concentrações nocturnas são as mais multitudinárias.

Depois dos duendes do Carnaval abandonarem a cidade, o Festival Internacional de Cinema torna-se dono de Las Palmas de Gran Canaria. Directores, actores, distribuidores, produtores e guionistas contribuem para um clima especial. Trata-se dum concurso que premeia o melhor filme com Lady Harimaguada e trata de aproximar o cinema de carácter independente aos aficionados à sétima arte.

Os primeiros meses do ano acolhem também o Festival de Ópera de Las Palmas de Gran Canaria Alfredo Kraus, que alcançou um grande prestígio e que se celebra tanto  neste auditório como no Teatro Cuyás.

A Páscoa em Las Palmas de Gran Canaria celebra-se com numerosas procissões de imagens que têm um alto valor histórico e artístico e que se encontram nas diferentes paróquias de Triana e Vegueta e na Catedral.

O Corpus Christi, em Junho, é outra das tradições religiosas de Las Palmas de Gran Canaria. As ruas nos arredores da catedral revestem-se com bonitos tapetes de flores por onde passa a procissão.

As Festas Fundacionais comemoram em Junho a Fundação de Las Palmas de Gran Canaria. A cidade veste-se para a festa com um programa que abrange as artes cénicas, concertos, actividades infantis e actos institucionais. São muito populares as tradicionais fogueiras que se acendem na noite de São João nos bairros da cidade e o mergulho de milhares de pessoas na Praia das Canteras enquanto se acende um castelo espectacular de fogos artificiais.

O Verão começa com o Festival de Teatro e Dança que se celebra nos meses de Julho e Agosto consolidou-se como um encontro festivo e colorido. Os espectáculos convidam à participação  e dão continuidade aos eventos culturais com uma programação estável no Verão.

Também no mês de Julho o Parque Santa Catalina e o Auditório Alfredo Kraus enchem-se com os sons do melhor jazz internacional no festival que se celebra no arquipélago e que tem a capital como uma das suas principais sedes.

Um dos encontros festivos da época estival encontra-se no bairro de La Isleta onde se celebram as festas do Carmen, no mês de Julho. O acto mais popular é a procissão marinheira.

As Festas de São Lourenço celebram-se no bairro do mesmo nome. Destacam-se pela sua romaria e os fogos artificiais que se acendem na madrugada de 10 de Agosto, uma das maiores exposições pirotécnicas de Canárias.

Em Vegueta já é tradicional a Romaria do Rosário, a 3 de Outubro. Os romeiros vestidos de típicos saem do Parque San Telmo e chegam até à Paróquia de Santo Domingo, em Vegueta, onde os vizinhos decoram as varandas e fachadas com elementos e objectos tradicionais. Em La Isleta celebram-se em Outubro as Festas em Honra à Nossa Senhora da Luz, padroeira do Porto e Alcaldesa Mayor de Las Palmas de Gran Canaria. As festas comemoram a vitória islenha sobre o ataque dos almirantes britânicos Francis Drake e John Hawkins em Outubro de 1595. No Outono tem lugar o festival de zarzuela, organizado por Amigos Canários da Zarzuela, que satisfaz sem dúvida uma importante procura dos aficionados à lírica espanhola.

O ano despede-se com o Natal e uma ampla programação na qual as crianças são as principais protagonistas com actos tradicionais entre eles presépios, árvores de natal, encontro de vilhancicos…., concertos e claro, a esperada cavalgada dos Reis Magos, que percorrem a cidade em camelos.

História

Las Palmas de Gran Canaria foi fundada a 24 de Junho de 1478 pelo capitão castelhano, Juan Rejón, que iniciou, desde este território, situado na foz do barranco Guiniguada, a conquista da ilha de Gran Canaria. Este lugar, que se chamou inicialmente El Real de Las Palmas, encontra-se no actual núcleo do bairro histórico de Vegueta.

A Cidade converteu-se numa praça mercantil muito activa graças ao comércio da cana de açúcar, que, entretanto, atraiu também  perigosos ataques piratas que se sucederam até ao século XVIII.

Em Outubro de 1595 a cidade rejeitou o ataque inglês comandados por Francis Drake e John Hawkins e 4 anos mais tarde os holandeses comandados por Van der Does saquearam e incendiaram a Cidade.

A construção do Porto de la Luz na segunda metade do século XIX situou a Cidade às portas da sua grande transformação moderna. Las Palmas de Gran Canaria converte-se numa autêntica plataforma tricontinental.

Dados geográficos

Las Palmas de Gran Canaria situa-se no vértice nordeste da ilha de Gran Canaria, onde sobressai uma pequena ilha, A ilhota, e a 8 metros de altitude. A sua superfície é de 100,5 Quilómetros. Contempla o mar através das suas três praias, Las Canteras, Las Alcaravaneras e La Laja.

Segundo um estudo realizado por Thomas Whitmore, director de investigação climatológica da Universidad de Siracusa (EEUU), Las Palmas de Gran Canaria é a cidade com o melhor clima do mundo.  O referido estudo analisou o clima de 600 cidades seleccionadas pela sua popularidade como destino turístico.

Economia

Las Palmas de Gran Canaria é a capital da ilha de Gran Canaria e divide a capitalidade da Comunidade Autónoma de Canarias com Santa Cruz de Tenerife. É a maior cidade do arquipélago, com 400.000 habitantes, e o centro da vida económica e social das ilhas.

Estas condições convertem-na numa cidade em pleno desenvolvimento económico, social e cultural. Uma cidade dinâmica e moderna com uma actividade industrial e de serviços que aglutina à maior parte da população laboral activa.

O Porto de La Luz e Las Palmas foi a base tradicional de escala de navios no Atlântico Meio e ponte entre as diferentes rotas transoceânicas graças às excelentes condições da sua baía, a sua estratégica situação e a qualidade dos seus serviços.

FacebookYouTubeTwitterInstagram

Áudio guias- Las Palmas de Gran Canaria

Mais informações

Os cookies permitem-lhe oferecer um melhor conteúdo. Ao utilizar os nossos serviços aceita a sua utilização. Se continuar a navegar, entendemos que aceita a sua utilização.