Gran Canaria
Sítio Web Oficial do Turismo de Gran Canaria
Silueta Gran Canaria Site Map
Gran Canaria
Já estou aqui

Teror

Teror

Partindo de Valleseco, o nosso Percurso prossegue para terminar na Vila Mariana de Teror, que está situada a 8 quilómetros de Valleseco e a 20 quilómetros da capital das Canárias. 

município de Teror está situado na zona centro oriental da Ilha, a uma altitude de 543 metros. O grande atractivo da Vila é não só a grande devoção à Virgem del Pino, padroeira da Ilha, mas também o facto de ser um dos municípios canários de maior interesse histórico e natural.

 

Teror abriga, na sua Basílica, a Virgem del Pino, Padroeira da Diocese das Canárias. Encontra-se na Praça del Pino e o início da sua construção data de 1767, embora já tenha sofrido obras de restauração por diversas vezes. A Basílica de Nossa Sra. del Pino é o edifício mais importante do município e um dos mais célebres da arquitectura religiosa das Canárias, em torno do qual se iniciou o desenvolvimento urbanístico de Teror e a evolução do Centro Histórico. O edifício recebeu vários reconhecimentos, sendo que os mais importantes foram o de Basílica Menor, concedido pelo Papa Benedito XV, e o de Monumento Nacional. Horário: Segundas das 15:30 às 20:00, Terça a Quinta das 09:00 às 13:00 e das 15:30 às 20:00, Sábados das 09:00 às 20:00 e Domingos das 08:00 às 20:00. Na parte traseira do Altar-mor está situado o chamado Camarim de Nossa Senhora del Pino. Horário: Segunda a Quinta das 13:00 às 15:00, Sábados das 11:30 às 13:00 e Domingos das 11:00 às 14:00. 

Outro edifício que vale a pena visitar é o Museu dos Patronos de la Virgen, um solar histórico no qual viveram diversos Padroeiros da Virgem. Horário ao público: Domingo a Sexta das 11:00 às 18:00 horas; encerra aos Sábados.

A Praça de Teror é o centro nevrálgico da vila. Daí se podem apreciar as varandas típicas da arquitectura canária que adornam grande parte do município. A Alameda é outro dos lugares com mais movimento, nesse mesmo centro histórico. A sua origem remonta a uma esplanada situada defronte do Palácio Episcopal, em 1793. Neste Palácio residiam os prelados da Diocese. Actualmente, é a Casa da Cultura que alberga exposições temporárias. Perto da Basílica está situada a Praça Teresa de Bolívar, restaurada nos anos 50, e onde se pode visitar o busto do libertador, Simón Bolívar. 

O edifício da Câmara Municipal de Teror faz parte do rico património histórico municipal, pelo que se recomenda a sua visita. Horário: Segunda a Sexta das 09:00 às 13:00.

E ligado ao nome de Teror está também o do Mosteiro de Cister, com a deliciosa pastelaria artesanal confeccionada pelas freiras. A sua origem remonta ao ano de 1882, e no seu interior ainda se conservam as imagens de San Benito e de San Ildefonso, provenientes de um antigo convento da capital. Horário: Segunda a Sexta das 10:00 às 13:00 e das 15:00 às 18:00.

A Fonte Agria também é um dos locais mais emblemáticos de Teror. É formada por três nascentes: A Principal, a da Agua Agria e a do Moinho, no meio.

Mas se o visitante desejar passear pelos ambientes naturais de Teror, deve saber que o município possui diversas Zonas Protegidas: a Caldera de Pino Santo, a Finca de Osorio, o Parque Natural de Doramas, a Agujereada (cadeia montanhosa), com os barrancos de Madrelagua, Pino e Molineta. A Finca de Osório situa-se a dois quilómetros do centro histórico de Teror e é o recinto natural por excelência do município que abarca caminhos, montanhas, barrancos, terras de cultivo e bosques. No seu espaço ainda existem restos de bosques de laurissilva e uma ampla área está coberta por castanheiros. Além disso, numa parte da Finca existem caminhos que foram plantados com árvores provenientes da Europa e da América do Sul, tais como, ombú, araucaria, sobreiro e azinheira. Entrada gratuita. Horário: Segunda a Domingo das 09:00 às 18:00. Todos os domingos, das 08:00 às 14:00, a popular Feira de Teror instala-se junto à Basílica. Aí podem adquirir-se produtos da terra, doces típicos ou as famosas morcelas doces e chouriços de Teror. Além disso, é possível apreciar o artesanato característico da aldeia (Sábados das 11:00 às 15:00 e Domingos das 8:00 às 15:00).

 Para obter mais informações turísticas sobre o município, visite o posto de turismo situado perto da Plaza de la Alameda.

Mais informações

Os cookies permitem-lhe oferecer um melhor conteúdo. Ao utilizar os nossos serviços aceita a sua utilização. Se continuar a navegar, entendemos que aceita a sua utilização.